.posts recentes

. Toucinho-do-céu de Murça

. Queijadas de Murça

. Como chegar a Murça

. História de Murça

. Apresentação

.arquivos

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

.pesquisar

 
Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008

Toucinho-do-céu de Murça

 

Ingredientes:

  • 500 g de açúcar ;
  • 125 g de amêndoas ;
  • 125 g de doce de chila ;
  • 20 Gemas de ovos;
  • 2 Colheres de sopa de farinha;
  • Margarina

Confecção:

Pelam-se e ralam-se as amêndoas. Leva-se o açúcar ao lume com um copo de água e deixa-se ferver até se obter o ponto de fio (103º C). Junta-se o doce de chila e deixa-se ferver mais 2 a 3 minutos.
Adicionam-se as amêndoas raladas, que devem estar bem enxutas, e leva-se novamente ao lume para fazer um ponto de estrada muito fraco (o fundo do tacho deve ver-se muito rapidamente).
Retira-se o doce do lume e, depois de arrefecer um pouco, juntam-se as gemas, que engrossarão um pouco sobre o lume, sem que no entanto o doce ferva. Deixa-se arrefecer ligeiramente. Unta-se com margarina e polvilha-se com farinha um forma rectangular ou quadrada, com cerca de
1,5 litros
de capacidade. Espalha-se uma colher de farinha sobre o fundo da forma e deita-se dentro o doce. Polvilha-se a superfície com a outra colher de farinha e leva-se a cozer em forno bem quente (200º C a 250º C). O toucinho-do-céu está cozido quando se lhe introduzir uma faca e esta sair quente e limpa. Desenforma-se, e sacode-se o excesso de farinha, corta-se o toucinho-do-céu em fatias, passam-se por açúcar pilé e guardam-se numa caixa forrada com papel de seda recortado com a tesoura.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicado por ambyfryends às 09:19

link do post | comentar | favorito

Queijadas de Murça

Ingredientes:

• Para a massa:

• 300 g de farinha ;

• 3 Ovos ;

• 1 Colher de sopa de banha;

• 2 Colheres de sopa de água;

• Sal;

• Para o recheio:

• 1 kg de doce de chila bem seco ;

• 250 g de amêndoas ;

• 12 Gemas;

• 1 Colher de chá de canela;

• 300 g de açúcar para cobrir

 

Confecção:

Peneira-se a farinha para um alguidar e põe-se por cima a banha. Com as palmas das mãos, esfrega-se a farinha e a banha, misturando-as. À parte, batem-se os ovos inteiros com a água, a que se juntou um pouco de sal. Junta-se esta mistura à farinha com a banha e amassa-se tudo, batendo e sovando a massa até esta ter a consistência e elasticidade suficientes para ser tendida. Se for necessário, junta-se um pouco mais de água. Deixa-se descansar meia hora. Entretanto, mistura-se o doce de chila com as gemas, as amêndoas peladas e raladas e a canela. Estende-se a massa muito fina e, com um copo, corta-se em rodelas. Apertam-se os bordos destas rodelas em cinco sítios, de modo a dar a cada uma a forma de caixa. Dispõem-se as caixas de massa num tabuleiro e enchem-se com o recheio. Levam-se a cozer em forno quente. Enquanto as queijadas cozem, leva-se o açúcar ao lume com meio copo de água e deixa-se ferver até fazer ponto de pérola. Passam-se as queijadas por esta calda assim que saírem do forno e põem-se a secar. Depois de frias, pincela-se a superfície das queijadas com a calda, esfregando o pincel para o açúcar se tornar opaco.


publicado por ambyfryends às 09:13

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

Como chegar a Murça

  

Mapa: MurçaClique para ampliar(c) Todos os direitos reservadosFilipe Moreira / Semantix

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Informação geral

 

A vila de Murça é especialmente conhecida pela "Porca", uma escultura em granito que data da Idade do Ferro e que esteve provavelmente ligada a cultos de fertilidade. Ergue-se no jardim da praça central, com os seus impressionantes 2,8 metros de medida no ventre, 1,10m de altura e 1,85 m de comprimento.


Outrora habitada pelos romanos e depois dominada pelos árabes, a vila recebeu o seu foral das mãos do rei D. Sancho II, em 1224.


Vale a pena admirar o magnífico pelourinho em frente dos Paços do Concelho, que era antigamente um convento de monjas beneditinas e que se situa perto da Igreja Matriz, construída entre 1707 e 1734. A fachada da Igreja da misericórdia é igualmente digna de interesse.

A vila orgulha-se das suas grandes casas, tais como o Solar dos Morgadinhos e o dos Condes de Murça.

O concelho situa-se numa região misto de "terra fria" e "terra quente", atravessada pelo rio Tinhela. A sua produção de azeite e de vinho é significativa.

Em Candedo, nos limites do concelho, o rio Tinhela encontra-se com o Tua formando nascentes movimentadas, e o panorama é sempre impressivo.

Murça é também conhecida pelo seu mel, queijo de cabra e enchidos.

 


publicado por ambyfryends às 10:51

link do post | comentar | favorito

.Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
23

24
25
26
27
28
29


.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds